Conozca algunos puntos turísticos de Rio de Janeiro - Curso de Portugués para Viajes

« Regresar a la semana 05

Conheça alguns pontos turísticos do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro tem várias opções de lazer tanto na capital quanto no Estado. Moradores e turistas podem se divertir principalmente em praias. Já a região serrana, por exemplo, é uma boa escolha para quem procura contato com a natureza e esportes de aventura. Preparamos um roteiro com os locais considerados mais interessantes. Aproveite!

Centro Cultural Banco do Brasil: inaugurado em 1989, possui biblioteca com cerca de 140 mil volumes sobre assuntos gerais, economia e coleções de períodicos. Tem ainda três teatros, quatro cabines de vídeo, um cinema, dois auditórios utilizados para cursos, palestras e seminários, várias salas de exposição e, ainda, um salão de chá, um restaurante e uma bomboniére. Funciona na rua Primeiro de Março 66, Centro da capital, de terça-feira a domingo, das 10h às 21h.

Chácara Tropical: instalada numa área de 3.000 metros quadrados, a Chácara Tropical, no Itanhangá, zona oeste do Rio, possui três grandes áreas de plantação com uma grande variedade de arbustos, palmeiras, orquídeas, bromélias e mudas de forração. O Tropical Bonsai possui dezenas de exemplares com mais de 50 anos e uma linha completa dos itens necessários à prática do bonsaismo. O funcionamento é de terça-feira à sábado, das 8h30 às 17h30; e domingos e feriados, das 9h às 13h30.

Corcovado: é um dos principais pontos turísticos do Rio, situado no Parque Nacional da Tijuca, com 710 metros de altura, de onde se pode apreciar uma das mais belas vistas da cidade. O acesso de trem pela Estrada de Ferro custa R$ 36 (ida e volta) e acontece todos os dias, entre 8h30 e 18h30.

Floresta da Tijuca: a floresta foi replantada e conservada e, aos poucos, criou-se ali um verdadeiro parque urbano com recantos, trilhas, cascatas e mirantes. Fica no Parque Nacional da Tijuca, Alto da Boa Vista. A entrada é pela praça Afonso Viseu, entre 8h e 17h.

Forte de Copacabana: inaugurado em 1914, foi construído com o intuito de reforçar a defesa da Baía de Guanabara. A casamata conserva as características originais, com suas muralhas de 12 metros de espessura voltadas para o mar e armamento da fábrica Krupp. O funcionamento é de terça-feira a domingo, entre 10h e 17h.

Ilha de Paquetá localizada no coração da Baía de Guanabara, a ilha é considerada zona turística em sua totalidade. Paquetá possui pequenas e graciosas praias. O acesso é feito de barca, na praça 15, no Centro do Rio. O trajeto dura cerca de uma hora.

Ilha Fiscal: o prédio que ocupa mil metros quadrados da ilha foi projetado em 1881, em estilo neo-gótico, pelo engenheiro Adolfo del Vecchio e inaugurado em 27 de abril de 1889. O transporte é feito a bordo da escuna da Marinha Nogueira da Gama, de quinta-feira a domingo, 13h, 14h30 e 16h.

Jardim Botânico: criado em 13 de junho de 1808 por D. João VI, príncipe regente na época, o Jardim Botânico, na zona sul do Rio, é considerado um dos mais importantes do mundo. Reconhecido como Museu Vivo, reúne mais de oito mil espécies vegetais. Funciona diariamente entre 8h e 18h. A entrada custa R$ 7. Menores de sete anos de idade e maiores de 60 não pagam.

Jardim Zoológico: com uma área de 138 mil metros quadrados, mais de 2.100 animais entre répteis, mamíferos e aves, a Fundação Rio Zoo possui um dos maiores plantéis de mamíferos brasileiros. Fica na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, zona norte, e funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Memorial Getúlio Vargas: a exposição permanente sobre o ex-presidente dá ênfase à passagem dele pela cidade do Rio de Janeiro. Fica na praça Luís de Camões, na Glória, zona sul. Funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 19h. A entrada é gratuita.

Mosteiro de São Bento: sua origem remonta aos meados do século 17. A construção foi concluída em 1641. São realizadas visitas monitoradas de segunda a sábado, das 9h às 16h, apresentando os estilos artísticos e também a história. As visitas duram cerca de 30 minutos. Fica na rua Dom Gerardo 68, Centro.

Museu de Arte Moderna: sua construção representa um marco da arquitetura, resultado dos traços do arquiteto Affonso Eduardo Reidy e projeto paisagístico de Roberto Burle Marx. Fica na avenida Infante Dom Henrique 85, Centro. O funcionamento é de terça-feira à sexta-feira, das 12h às 18h; e sábados, domingos e feriados, das 12h às 19h.

Museu Nacional: criado por Dom João VI em 1818 com o nome de Museu Real, é a mais antiga instituição científica do Brasil e o maior museu de história natural e de antropologia da América Latina. Seu acervo reúne cerca de 20 milhões de itens. Localizado na Quinta da Boa Vista, funciona de terça a domingo, das 10h às 16h.

Petrópolis: entre as atrações da cidade da região serrana estão o Museu Casa de Santos Dumont, Museu Imperial, Palácio de Cristal, Casa da Princesa Isabel e Palácio Quitandinha.

Paraty (Trindade): considerada um dos conjuntos arquitetônicos coloniais mais perfeitos do Brasil, a cidade é famosa por seu Centro Histórico. As belas praias e cachoeiras atraem milhares de turistas todos os anos. Entre as atividades mais realizadas estão passeios de barco, mergulho e trilhas que levam a várias cachoeiras.

Fonte:http://noticias.r7.com/cidades/noticias/conheca-alguns-pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro-20100215.html

I- Selecccione (V)erdadero o (F)also de acuerdo con el texto.

No texto se diz que Rio de Janeiro

só tem praia.
só tem mato.
tem uma grande diversidade.

O Museu Nacional funciona

de terça-feira a domingo.
de terça-feira a sábado.
de segunda-feira a domingo.

Paraty é famosa por

as belas praias e cachoeiras
seu Centro Histórico.
os passeios de barco, mergulho.
     
« Regresar a la semana 05